Follow by Email

27 de julho de 2009

Pessoas com validade vencida

O relacionamento amoroso é um produto com validade? O comodismo, a preguiça, os programas rotineiros, o desinteresse, as surpresas desagradáveis são provas que certas pessoas realmente possuem uma data de validade. Ela está estampada e muito nítida nos jeitos e comportamentos de uma grande parte de pessoas, e apenas não percebe quem não quer! E sem falar naquele grupo de pessoas em que o rótulo de validade está escondido, quase imperceptível, em letras miúdas.

A questão é: como e quando descobrir isso? O como é simples porque se a pessoa, a rigor, é “perecível” seus comportamentos a delatarão, mais dia ou menos dia. O problema é quando. Uma hora vai ficar nítido, isto é, o tempo vai desmascará-la sem dúvida, mas o ideal seria que isso acontecesse antes de qualquer envolvimento amoroso – e eu e você, caro amigo, sabemos que isso, na maior parte das vezes, não acontece, não estou certo? As pessoas gostam mesmo de se arriscarem.

Os relacionamentos então se deterioram e se partem, restando apenas uma desventura amorosa ou, como resume o poeta, “o amor é eterno enquanto dure”. A ilusão traiçoeira é acreditar que apenas o amor conservará o relacionamento – nada disso. O amor é apenas um item dentre muitos que mantém duas pessoas unidas, mas não é suficiente sozinho para durar a eternidade. O jeito é aderimos à moda reciclável, inclusive no amor, ou então vamos parar na sarjeta! (CE)


**


Não sei você, mas eu tiro e sempre tirarei da minha vida as pessoas com data de validade vencida. Seja o relacionamento que for, se namoro, amizade. Sabe quem não fede nem cheira? Pois é, estes são indiferentes para mim e, portanto, não merecem estar em minha vida.

Gente que não contribui ou acrescenta ou pior, atrapalha, trazendo energias no mínimo perturbadoramente negativas têm sim sua validade vencida. Tiro do caderninho com a mesma consideração que deram a mim. E não se falam de rogados achando que nunca fizeram isso em suas vidas. Pense naquela pessoa que lhe azucrinava a paciência, promovendo brigas, conversas miseravelmente infelizes com pessimismo ou fofocas e que hoje você sequer lembra o sobrenome? Pois bem, seja bem-vindo ao grupo dos sensatos.

Se você quer me manter em sua vida, aja de acordo. Seja presente, conquiste, não suma e muito menos me trate como se eu não existisse. Lembre-se que o olho por olho dos dias atuais pode ser muito pior do que antes.

Aqui deixo então nossas condições: Não nos tratem como coisas. Não somos feitos para sermos usados. Portanto, antes de entrar nas nossas vidas pensem bem se farão alguma diferença. Do contrário, poupem-nos do trabalho de retirá-los pela validade vencida. (MP)

4 comentários:

Juliana disse...

É triste qdo chegamos a essa conclusão, de que precisamos tirar uma pessoa da nossa vida, por estarmos ocupando apenas um espaço geográgico e não no coração, mas mais triste ainda é ter que conviver dessa forma, aceitando migalhas de atenção e sentimentos.
Bjoss aos dois!!

Carlos Eduardo Dias disse...

É verdade, Juliana, mas a vida é feita de expectativas e oportunidades nem sempre correspondidas, infelizmente. As portas se abrem, e muitas delas fecham!!!!! Beijo!

Juliana disse...

Concordo com vc Carlos, mas aprendi que qdo uma porta se fecha, lá na frente tem outra aberta te esperando, complicado é ficar insistindo com alguma coisa ou alguém que só vc quer e a outra parte não.Para mim uma pessoa tem a dara de validade vencida qdo deixa de me amar e me tratar como opção e não como prioridade, por isso amar é privilegio para os maduros, como já dizia Drummond!!
Bjos!!

Anônimo disse...

submissions sports gains indicator quantum jefferson prospecting summulae resource topicality defeated
semelokertes marchimundui