Follow by Email

2 de maio de 2011

Abram seus olhos enquanto há tempo!




Novelas, filmes, romances, casamentos reais. Onde quer que a gente vá há bombardeio de contos de fadas regados a príncipes encantados em cavalos brancos com princesas de sorrisos brancos a la colgate. Crescemos sendo voyers de tudo isso com a vontade de ter um dia um homem perfeito em uma mansão cor de rosa e filhos obedientes e com QI acima da média. Só esqueceram de nos avisar que a realidade é algo muito, muito distante.

Acordar com um beijo de cinema todo dia deve ser uma maravilha, bem melhor que levantar com um bafo de dragão que assusta qualquer vilão de desenho animado. Assim como deve ser bom ser surpreendida todo dia com uma prova de amor em outdoors, flores no travesseiro e buquês de rosa. Sim, bem melhor do que passar uma hora no trânsito, ter que chegar em casa e fazer o jantar e ainda retirar a toalha molhada de cima da cama. É, deve ser melhor um sonho que nos contam desde berço à realidade de unhas e saltos quebrados, beijos negados e amores falidos. 

Mas o fato é que estamos acordadas. Quando nos beliscam (entre outras coisas) dói, quando nos apaixonamos nem sempre somos correspondidos com beijos e anéis e quando cantam pra gente nem sempre são poesias (às vezes o ápice são os funks com "osa" no final das rimas.)

Portanto, pesadelos à parte, ao invés de esperarem que o sapo vire príncipe, distanciem-se das ilusões romanceadas que nos envolvem, antes de aprofundarem-se em expectativas que só nos distanciam do verdadeiro amor. Sem contos, sem poesias, sem beijos eternos, mas a depender de nós, muito mais saborosos e divertidos.

6 comentários:

Sandryne Barreto disse...

Olá Mayara, tomara que você encontre logo seu parceiro. Vou voltar por aqui. Aparece naproximaesquina.blogspot.com, meu blog quando puder. Grande abraço

Mayara Paz disse...

Obrigada Sandryne!
Ah, e seja bem-vinda ao grupo dos aprendizes do violão. É trabalhoso, árduo, mas uma nota bem dedilhada provoca arrepios, você verá!
beijos e boa sorte

Luan disse...

nao era o que eu buscava..mas por alguma razao vim parar aqui..li e gostei..muito,e como esta faltando um olhar masculino sobre o assunto pensei pq nao eu..
na verdade nunca li nada tao simples e inteligente sobre sentimento..pena de quem se ilude nos sonhos dos outros achando q é verdade..mal sabem o significado da palavra amor.

Mayara Paz disse...

Olá, Luan!
Fico contente que tenha gostado!
Por que não você?
Estou com um novo companheiro de escrita, Raphael. Mas vendo seu recado, bolei uma nova ideia. Um colega para dividir esse espaço comigo a cada semana.
Bem, você já escreve? Tem algum blog? Se interesse pelo assunto? Fico no aguardo!
Grande abraço!

Luan disse...

olá Mayara
nao vejo porque nao eu..hehe
mas nunca tive um blog,nao escrevo,mas me interesso por assuntos desse tipo ..
as pessoas gostam de falar..mas nem todas conseguem ver as coisas como sao..nao abrem os olhos como voce diz no titulo..por isso gostei das suas palavras,e a ideia parece boa !
grande abraço

Mayara Paz disse...

Que bom que gostou, Luan.
Portas sempre abertas para sua visita!
Abs,