Follow by Email

2 de junho de 2009

12 personalidades

Eis meu signo: Libra. O libriano, como eu, tem ascendência em Vênus, o planeta do amor. Um bom sinal. O problema é que vejo, logo cedinho, num desses sites de horóscopo, que meu estado anímico (que é isso mesmo, hein?) não está legal. O meu dia, pelo visto, não promete muito. Pausa. Uma espreitada no dicionário. Hum, entendi. Uma doença da alma. O médico astrológico, acreditem, recomenda um “composto vitamínico” para curar a minha moléstia interna.

Eu estava num alto astral contagiante, por isso, continuei deslizando meus olhos nas previsões. O próximo tópico é sobre dinheiro, nada mais importante, não é mesmo? O dinheiro resolve qualquer mal estar – inclusive da alma! As notícias não continuavam animadoras, lamentavelmente. O “Senhor do Destino” asseverou que a minha vida financeira carecia de uma melhor ordem. O meu cartão de crédito, pensei logo, estava em dia. Eu não entendi essa.

O último tópico do horóscopo apocalíptico era amor. Querem saber? Reescrevo-lhes: “algumas desconfianças podem pairar na sua vida, mas mantenha-se sereno, não há razão para criar casos”. Estava lá. Que é isso? Traição? Inveja? Ciúmes? O sujeito ainda pede para conservar o meu “sangue frio”, incrível! A minha sorte é que jamais permiti que os astros guiassem a minha vida, inclusive amorosa – não acredito em horóscopos. E depois de hoje menos ainda. Eu vou continuar sendo libriano, e não crendo nos astros, não tem jeito!(CE)

**


Sou virginiana. Isso não diz muito para você? Então nem prossiga na leitura deste texto. Já se a simples frase lhe deu muitas reflexões, você é dos que acreditam que uma relação pode muito bem ter interferências, para a alegria ou a dor de cabeça, dependendo dos signos envolvidos.

Opostos, complementares, ascendentes, lua, estrelas, mapas. Se a descrição é confusa, a convivência é mais ainda. Afinal, o zodíaco é composto por 12 personalidades. Claro, não pode-se dizer que uma pessoa é virginiana dos pés às cabeças pelo simples fato de ser minuciosa ou detalhista, assim como um leonino nem sempre vai querer ser o centro do Universo (nem sempre) em uma relação. Mas que uma ideia, mesmo vaga, se faz do comportamento do seu amado, ao saber qual é o signo, é fato.

E mesmo aos incrédulos, uma verdade há de ser dita: mesmo que você não creia em astrologia, vai acreditar no zodíaco quando seu namorado de gêmeos esquecer pela milésima vez o dia do aniversário de namoro ou quando sua esposa de câncer começar a chorar por motivos que nem ela mesma saberá explicar.(MP)

Um comentário:

luciana disse...

Bom tema.
Acreditar no horoscópo do jornal é querer acreditar que o céu é rosa. Porém, acredito na astrologia. Alguns conceitos são bem interessantes. Eu, como uma legítima geminiana, que o diga. A vida é movimento e os astros nos ajudam a dançar.

Se conhecer o signo do parceiro ajuda no relacionamento... por que não ler sobre o assunto??

beijos. Os textos ficaram ótimo.